Curta-metragem “Cheio e Vazio” apresentada na Antiga Estação Ferroviária do Barreiro

2017-09-25
A Antiga Estação Ferroviária do Barreio foi o palco escolhido para a apresentação da curta-metragem "Cheio e Vazio". Esta iniciativa, que contou com o apoio da Infraestruturas de Portugal e da Autarquia do Barreiro, teve como tema a memório visual e sonora de espaços culturais do Barreiro. 
 
Intitulada “Cheio e Vazio”, a película documental produzida e sonorizada pelo músico José Bica é um trabalho de reflexão sobre o património material e imaterial daquela cidade. Trata-se do segundo momento do projeto global “O Voo do Peixe”, cuja primeira parte apresentada em maio foi a instalação sonora interativa “Subúrbio Sonoro”.
 
A curta-metragem, com sonorização ao vivo, tem imagem de Vítor Pereira, Ricardo Silva e Daniel Assunção. Segundo os promotores, foi exibida “num dos verdadeiros e incontornáveis ex-libris do património da cidade, e um dos espaços mais marcantes nas memórias e vivências dos barreirenses”.
 
Projeto do Eng.º Miguel Pais,  a estação foi inaugurada em 4 de outubro de 1884. Durante muitos anos conhecida como estação ferro-fluvial do Sul e Sueste foi desativada nos finais de 2008 com a entrada em funcionamento do novo terminal ferroviário.